A Editora

A Ateliê Editorial

A história da Ateliê Editorial começa em 1995, com a publicação de O Mistério do Leão Rampante, de Rodrigo Lacerda. O objetivo da editora era – e ainda é – discutir a importância do livro como objeto que, para além de belo, seja um projeto estético que possa servir da melhor maneira às palavras do autor. Por isso, todos os detalhes são levados em conta: o melhor papel, um projeto gráfico agradável, tipo de letra adequado a cada título, belas ilustrações, imagens tratadas com delicadeza, textos preparados e revisados com atenção.

O nome escolhido, Ateliê Editorial, reflete o cuidado e o capricho com que a casa realiza suas edições. O trabalho é artesanal, feito como em um ateliê de arte, priorizando o conceito do livro como um suporte material digno da boa literatura. Por isso, as publicações da Ateliê são realizadas com esmero. Elas primam pela atenção ao conteúdo, à forma e à expressão.

Todos os projetos são realizados como se fossem únicos, para garantir a qualidade das edições e para manter a identidade da editora, criada sob a filosofia de celebrar o livro como um objeto de desejo e admiração.

 

Catálogo

Se a “embalagem”, os projetos gráficos dos livros lançados pela Ateliê são belos e bem-cuidados, o “presente” é ainda mais especial. A excelência na qualidade editorial é a marca de todas as publicações. Cada obra é feita com rigor e fidelidade textual, seja para um título inédito de um novo autor, seja para um clássico da literatura universal.

Os clássicos, aliás, são o ponto alto do catálogo. Trazem edições primorosas, apresentações escritas por pesquisadores renomados, textos cotejados com os originais (sempre que possível), notas explicativas e traduções realizadas por alguns dos mais importantes nomes do mercado. Por isso, ajudam efetivamente os estudantes – desde o ensino fundamental – a entrarem em contato com os aspectos mais relevantes de cada obra e a compreenderem a importância de ainda serem estudadas, mesmo tantos anos depois de terem sido escritas.

Além de títulos de poesia e prosa de novos autores, outro destaque do catálogo da Ateliê é a publicação de textos acadêmicos que nem sempre têm espaço nas editoras universitárias. É o caso da Coleção Artes do Livro, dedicada a levar ao público livros que tratam sobre livros, discutindo aspectos técnicos e históricos. Nos livros da coleção, o leitor pode encontrar informações sobre tipografia, clichês, design e tudo o que orbita o universo do livro. Uma verdadeira celebração desse objeto.

 

Premiações

O Mistério do Leão Rampante, título responsável por inaugurar a Ateliê Editorial, recebeu, em 1996, o Prêmio Jabuti. Esse reconhecimento prenunciava uma longa história de premiações recebidas pelo catálogo da editora. Em vinte anos, foram mais de 15 Jabutis para obras que marcaram o mercado editorial brasileiro, como Orlando Furioso e Finnegans Wake.

Além disso, diversas obras da editora foram premiadas por algumas das mais importantes instituições nacionais e internacionais, como Academia Brasileira de Letras (ABL), Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), If Design Awards (Alemanha) e IDA International Design Awards (EUA).