Amers / Marcas Marinhas

R$86,00

Prêmio ABL de Tradução 2004

Este é um canto épico de louvor ao mar como modelo de grandeza e de toda realização humana. Saint-John Perse (1887-1975), vencedor do Prêmio Nobel em 1960, funde diversas tradições míticas e tece um elogio à Criação. Para Bruno Palma, o autor “transmite um rigor de incomparável liberdade. Jamais teme as palavras”. Esta edição bilíngue é um marco na tradução poética brasileira pelo prodigioso trabalho de recriação feito por Bruno Palma, que assina também a cronologia, a introdução e as notas.

Tradução, Cronologia, Introdução e Notas: Bruno Palma

Pesquisar no texto deste livro:
powered by Google

Fora de estoque

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Amers / Marcas Marinhas”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sumário

Cronologia
Note pour un Écrivain Suédois sur la Thématique d’Amers / Nota para um Escritor Sueco sobre a Temática de Amers

O Título
Introdução a Amers

Primeira Parte

  • I. As coordenadas
  • II. As Personagens

Segunda Parte

  • Os Temas
  • O Sonho do Real
  • A Celebração do Mundo
  • A Poética do Movimento
  • A Recriação do Universo

Amers | Marcas Marinhas

  • Invocation | Invocação
  • Strophe | Estrofe
  • Choeur | Coro
  • Dédicace | Dedicação

Notas à Tradução
Bibliografia I
Bibliografia II

Informação adicional

Peso 1.065 kg
Dimensões 19 × 28 × 2.5 cm
ISBN

85-7480-193-3

Páginas

333

Edição

Ano

2003

Encardenação

Capa dura

Autor(es)

  • Bruno Palma

    Ivo de Souza Palma nasceu em 1927, em Araraquara (SP). É conhecido pelo nome religioso, Frei Bruno Palma, da Ordem dos Dominicanos e assina suas traduções com seu nome literário Bruno Palma. Recebeu da sua família o gosto pela leitura dos melhores autores da literatura portuguesa e brasileira e, desde cedo, pôde lê-los, em sua casa, por iniciativa própria ou como tarefa escolar.  O mesmo se pode dizer do seu contato com grandes autores estrangeiros, em boas traduções. Quanto à sua experiência tradutória, ela começou no ginásio, onde, nos cursos de latim, francês e inglês, ministrados desde o primeiro ano ginasial, havia, como prática habitual, a tradução para o português de textos escritos nessas línguas, e as chamadas “versões”, do português para elas. Fez seus estudos de filosofia e teologia na França. De volta ao Brasil, foi ordenado sacerdote, em 1957, por D. Helder Câmara e exerceu suas atividades sacerdotais e magisteriais em várias cidades brasileiras. Começou, desde 1958, a realizar traduções das obras de Saint-John Perse e publicá-las, primeiro em jornais depois em livro. Voltando da França, em 1976, continuou a se dedicar à tradução das obras de Saint-John Perse. Entre elas, figuram Anábase (1979) pela qual recebeu o Prêmio Jabuti, em 1980; e Marcas Marinhas (Ateliê Editorial, 2003que lhe valeu o prêmio da Academia Brasileira de Letras, em 2004. Em 2011, publica Duplo Canto e Outros Poemas (Ateliê Editorial), que congrega três obras poéticas do poeta sino-francês François Cheng (1929): Double Chant, Cantos Toscans e Le Long d’um Amour. Publicou também Cirandas, livro de poesias.


  • Saint-John Perse
    Saint-John Perse, nome literário de Marie-René Auguste Aléxis Saint-Leger Léger, nasceu na ilha de Guadalupe. Foi poeta, embaixador, professor universitário e membro de inúmeros importantes conselhos editoriais. Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 1960, o autor de Anábase, Vents e Amers é um dos grandes nomes da poesia do século XX.

Você também pode gostar de…

4x sem juros no Cartão
(A partir de R$ 200)