Bucólicas

(1 avaliação de cliente)

R$78,00

Pastores-poetas celebram seus amores, exaltam a vida rural e disputam a primazia no canto. A Ateliê e a Editora da Unicamp, com apoio da Fapesp, publicam as Bucólicas após 150 anos de sua primeira edição brasileira. Os versos campestres de Virgílio são, aqui, recriados por Odorico Mendes (1799-1864), um dos maiores tradutores que o Brasil já teve. Esta edição traz comentários que revelam como ele recriou a densa musicalidade e os efeitos estilísticos presentes no original do poeta latino.

Tradução: Odorico Mendes
Edição e Notas: Grupo de Trabalho Odorico Mendes
Coedição: Editora Unicamp

Fora de estoque

1 avaliação para Bucólicas

  1. Carlos Ayres

    Edição maravilhosa. Justificou plenamente minha expectativa. Entrega muito rápida. Muito obrigado!

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sumário

Introdução

Bucolica / Bucólicas

Notas e Comentários sobre a Tradução

Referências Bibliográficas

Informação adicional

Peso 0.790 kg
Dimensões 18 × 27 × 2 cm
ISBN

978-85-7480-394-4

Páginas

208

Edição

Ano

2008

Encardenação

Capa dura

Autor(es)

  • Odorico Mendes
    Manuel Odorico Mendes De família tradicional do Maranhão, Odorico Mendes nasceu em São Luís em 24 de janeiro de 1799 e faleceu em Londres, a 17 de agosto de 1864. Foi o primeiro tradutor da Ilíada para português. Além de tradutor, foi político também. É mais conhecido por ser autor das primeiras traduções integrais para português das obras clássicas (Virgílio e Homero).    
  • Virgílio
    Públio Virgílio Maro (70 a.C. - 19 a.C.) foi poeta romano clássico, autor de três grandes obras da literatura latina, as Bucólicas, as Geórgicas e a EneidaVirgílio é tradicionalmente considerado um dos maiores poetas de Roma, e expoente da literatura latina. Sua obra mais conhecida, a Eneida, é considerada o épico nacional da antiga Roma: segue a história de Eneias, refugiado de Troia, que cumpre o seu destino chegando às margens de Itália — na mitologia romana, o ato de fundação de Roma. A obra de Virgílio foi uma vigorosa expressão das tradições de uma nação que urgia pela afirmação histórica, saída de um período turbulento de cerca de dez anos, durante os quais as revoluções prevaleceram. Virgílio teve uma influência ampla e profunda na literatura ocidental, mais notavelmente na Divina Comédia, de Dante, em que Virgílio aparece como guia de Dante pelo inferno e purgatório.

Você também pode gostar de…

4x sem juros no Cartão
(A partir de R$ 200)