Oferta!

Farsa de Inês Pereira (ed. antiga)

(1 avaliação de cliente)

R$22,50 R$14,65

Tal como no Auto da Barca do Inferno, o teatro poético de Gil Vicente fornece aqui um poderoso painel crítico da sociedade. Esta peça narra os conflitos de Inês na busca por um marido perfeito. O pano de fundo é a Portugal do século XVI, época de profundas mudanças na mentalidade europeia. O autor mostra soberbo domínio da linguagem, com o uso de paródias, ironias, insinuações picantes e trocadilhos bem-humorados. Os professores Izeti Torralvo e Carlos Minchillo assinam o prefácio e as notas explicativas.

Prefácio e Notas: Izeti F. Torralvo e Carlos C. Minchillo (Col. Bandeirantes)
Ilustrações: Tomás B. Martins

Fora de estoque

1 avaliação para Farsa de Inês Pereira (ed. antiga)

  1. Roberto Eduardo Trottenberg

    Como outras edições desta editora, trata-se de um livro muito bonito, c/farta fortuna crítica e que enriquece qualquer leitor

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Informação adicional

Peso 0.135 kg
Dimensões 12 × 18 × 0.06 cm
Ano

2006

Edição

5a ed.

Encadernação

brochura

ISBN

85-8585-186-4

Páginas

134

Autor(es)

  • Gil Vicente
    Gil Vicente (c. 1465- c. 1536) foi ourives, autor da Custódia de Belém, e o primeiro grande dramaturgo português. É considerado o pai do teatro português. A obra vicentina é tida como reflexo da mudança dos tempos e da passagem da Idade Média para o Renascimento, fazendo-se o balanço de uma época onde as hierarquias e a ordem social eram regidas por regras inflexíveis, para uma nova sociedade onde se começa a subverter a ordem instituída, ao questioná-la. Foi o principal representante da literatura renascentista portuguesa, anterior a Camões, incorporando elementos populares na sua escrita. A Ateliê Editorial publicou as obras vicentinas Auto da Barca do Inferno, com comentários e notas do Prof. Ivan Teixeira; Gil Vicente, com comentários e notas do  Prof. Segismundo Spina, apresentando três peças: Farsa de Inês Pereira, Auto da Barca do Inferno e O Velho da Horta; e Farsa de Inês Pereira, com apresentação e notas dos Profs. Izete Fragata e Carlos Minchillo.