Oferta!

Hidra Vocal – Estudos sobre Retórica e Poética

R$58,00 R$35,00

PREÇO ESPECIAL DE LANÇAMENTO:

-o-   R$ 35,00   -o-

(por tempo limitado)

Este livro é um compêndio de falas. Melhor dizendo, reúne discursos que se somam à fala aguda de um sujeito que discorre, com engenho e juízo, sobre palavras proferidas, registradas ou versejadas sob o signo do artifício, por homens letrados de variados tempos e lugares. Somados à voz primeira, os autores pressupõem que a linguagem seja matéria de investigação e, por isso, constitua elemento substancial nos estudos em torno da palavra. Presumem que tratados, cartas, sermões e poemas
contenham predicados e, portanto, exibam características relacionadas às circunstâncias de sua produção, materialidade e circulação. Registro de um evento em homenagem a João Adolfo Hansen, realizado em  setembro de 2018, os capítulos deste volume relembram a importância de se reconstituir a primeira legibilidade dos textos de variados gêneros, estilos e temas, levando-se em conta os seus condicionamentos históricos, as preceptivas retórico-poéticas e os modelos que os autores emulavam – muito antes de imperarem os critérios de bom-gosto, originalidade e inovação, que embalam incertas vozes do tempo que supomos único, melhor e nosso. [Jean Pierre Chauvin]

 

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Hidra Vocal – Estudos sobre Retórica e Poética”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sumário

Apresentação
Artes e Letras no Brasil Anteriores ao Século XVIII – João Adolfo Hansen
Avivando o Juízo ao Doce Estudo: A Poesia de Camões e a Tradição
do Comentário – Isabel Almeida
Viola e Harpa: A Harmonia Poética de Violante do Céu e Gregório
de Matos – Maria do Socorro Fernandes de Carvalho
A Ordem do Discurso e a Materialidade dos Textos – Roger Chartier
João Adolfo Hansen e a Reorientação da “Crítica Literária” –
Jean Pierre Chauvin
“Esperanças” Sebastianistas em um “Papel” Vieirense: Autoria e
Apocrifia em Manuscritos Proféticos Atribuídos a Antônio Vieira –
Luís Filipe Silvério Lima
Do Ser Discreto ou Néscio com Gregório de Matos – Pedro Marques
O Jesuíta Diante dos Juízes: Algumas Questões Retóricas Sobre os
Autos do Processo de Padre Antônio Vieira na Inquisição –
Marcus De Martini
O Cornélio Galo de Propércio: Unus Fiat e PluribusPaulo Martins
Espelho de uma Vida Humana – Adma Muhana
O Príncipe Excelente: O Clarimundo de João de Barros como Modelo
Régio Dirigido ao Futuro Rei D. João III – Flávio A. F. Reis
O Autorretrato de Montaigne – Elaine C. Sartorelli
A “Visão Imaginária”: Apontamentos Sobre Imaginação e Retórica
na Inglaterra de William Shakespeare – Lavinia Silvares
Tratado Político (1715), de Sebastião da Rocha Pita, e o Gênero
Histórico dos Séculos XVII/XVIII – Eduardo Sinkevisque

 

Informação adicional

Peso 0.480 kg
Dimensões 16 × 23 × 1.5 cm
Ano

2020

Edição

1ª edição

Encadernação

brochura

ISBN

978-65-5580-002-9

Páginas

264

Autor(es)

  • Lavínia Silvares
    Lavinia Silvares - Doutora pela área de Estudos Linguísticos e Literários em Inglês - Departamento de Letras Modernas (USP) - com etapas de pesquisa na Universidade de Michigan, Folger Shakespeare Library e Universidade de Cambridge. Autora do livro Nenhum Homem É uma Ilha: John Donne e a Poética da Agudeza (2015). Tem pesquisas sobre poesia metafísica inglesa, teatro elisabetano, Shakespeare, e a categoria histórica do wit, entre outras. Desde 2009, é Professora de Literaturas de Língua Inglesa no Departamento de Letras da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É membro da International Society for the History of Rhetoric (ISHR), da Renaissance Society of America (RSA), da Sociedade Brasileira de Retórica (SBR) e do Centro de Estudos Shakespearianos (CESh). 
  • Marcelo Lachat
    Marcelo Lachat - é professor adjunto, na área de estudos literários (literatura portuguesa), do Departamento de Letras da Universidade Federal de São Paulo. Tem graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2003), graduação em Letras (bacharelado e licenciatura) pela Universidade Estadual de Campinas (2005), mestrado em Letras (Literatura Portuguesa) pela Universidade de São Paulo (2008) e doutorado em Letras (Literatura Portuguesa) pela Universidade de São Paulo (2014), tendo realizado dois estágios de pesquisa no exterior: na Universidade de Lisboa (2010) e na Universidade Paris III - Sorbonne Nouvelle (2010-2011). Realizou ainda pós-doutorado na Universidade Federal de São Paulo (2015-2018). Foi professor substituto de literaturas de língua portuguesa da Universidade do Estado de Mato Grosso (2013-2014) e professor adjunto de literaturas de língua portuguesa da Universidade Federal do Amapá (2014-2017). É professor e orientador em dois Programas de Pós-Graduação em Letras: da Universidade Federal de São Paulo e da Universidade Federal do Amapá (docente externo). É um dos líderes do grupo de pesquisa "Historiografia das Letras Luso-Brasileiras e da Literatura Brasileira" (Unifesp/USP). Tem experiência na área de Letras, com ênfase nas literaturas portuguesa e brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: letras portuguesas e luso-brasileiras dos séculos XVI a XVIII, retórica, poética, filosofia e história.
  • Maria do Socorro Fernandes de Carvalho
    Maria do Socorro Fernandes de Carvalho - possui doutorado em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas (2004), mestrado em Letras (Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa) pela Universidade de São Paulo (1998) e graduação em Letras pela Universidade Federal do Piauí (1991). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), tendo lecionado até 2009 na Universidade Federal do Piauí e entre 2009 e 2010 na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Publicou os livros Poesia de Agudeza em Portugal (Edusp, 2007), Preambulares do Livro Seiscentista em Portugal e no Brasil (Edufpi, 2009), Portugal no Brasil: Notas Republicanas (Theya, 2018) e Catálogo da Poesia Seiscentista da Biblioteca Nacional (Alameda, 2019). Leciona na área de Letras, com ênfase em literatura portuguesa e estudos retóricos das letras do Antigo Regime (entre os séculos XVI e XVIII) e teoria literária. Estuda principalmente poesia, poética, retórica, agudeza, história do livro e cultura letrada e literatura portuguesa. Finalizou duas pesquisas de pós-doutorado na USP: em 2014, intitulada "Introdução ao Estudo do Conceito Retórico de Modelo", e outra pesquisa, na ULisboa e USP, intitulada "Estudo Introdutório da Preceptiva dos Gêneros Mistos", em 2016. Foi coordenadora do programa de pós-graduação em Letras da Unifesp de 2013 a 2015. É membro do Centro de Estudos Clássicos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (ULisboa). Foi pesquisadora da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, onde elaborou o "Catálogo da Poesia Seiscentista da Biblioteca Nacional (com Estudo Retórico-Poético)" e do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro com o estudo "Poesia Portuguesa do Século XVII no RGPL".

Você também pode gostar de…