Oferta!

Lusíadas, Os (6a. ed.)

R$25,00

O prefácio e as notas deste volume foram concebidos para facilitar a leitura do maior poema épico de língua portuguesa. O professor Ivan Teixeira, da Universidade de São Paulo, analisa e esclarece quatro cantos de Os Lusíadas: “Inês de Castro”, “Velho do Restelo”, “Gigante Adamastor” e “Ilha dos Amores”. Tais episódios estão entre os mais belos e eloquentes desta obra, que pode ser considerada uma história poética de Portugal. A edição conta também com vasta documentação iconográfica.

Prefácio e Notas Ivan Teixeira

Em estoque

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Lusíadas, Os (6a. ed.)”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sumário

Primeiros Passos para a Leitura de Os Lusíadas

Inês de Castro

Apresentação

Canto III, 118-135

Velho do Restelo

Apresentação

Canto IV, 88-104

Gigante Adamastor

Apresentação

Canto V, 37-61

Ilha dos Amores

Apresentação

Canto IX, 64-83

Estrofes Escolhidas

Critérios

Os Portugueses

A Guerra

O Amor

O Mar

O Oriente

A Poesia

O Artíficie

O Poeta

Bibliografia

Informação adicional

Peso 0.450 kg
Dimensões 12 × 18 × 1.7 cm
Ano

2015

Edição

6a. edição

ISBN

978-85-7480-554-2

Páginas

344

Autor(es)

  • Luís de Camões
    Luís Vaz de Camões (ca. 1524- ca. 1580) é considerado uma das maiores figuras da literatura portuguesa e um dos grandes poetas do Ocidente. Pouco se sabe com certeza sobre a sua vida. Frequentou a corte de D. João III, iniciou a sua carreira como poeta lírico e envolveu-se, como narra a tradição, em amores com damas da nobreza e possivelmente plebeias, além de levar uma vida boêmia e turbulenta. Diz-se que, por conta de um amor frustrado, autoexilou-se na África, alistado como militar, onde perdeu um olho em batalha. Voltando a Portugal, feriu um servo do Paço e foi preso. Perdoado, partiu para o Oriente. Passando lá vários anos, enfrentou uma série de adversidades, foi preso várias vezes, combateu ao lado das forças portuguesas e escreveu a sua obra mais conhecida, a epopeia nacionalista Os LusíadasDe volta à pátria, publicou Os Lusíadas e recebeu uma pequena pensão do rei D. Sebastião pelos serviços prestados à Coroa, mas nos seus anos finais parece ter enfrentado dificuldades para se manter.

4x sem juros no Cartão
(A partir de R$ 200)