Promoção!

Teoria da Poesia Concreta – Textos Críticos e Manifestos (1950-1960) [edição antiga]

R$53,00 R$23,00

O concretismo alterou profundamente a realidade da poesia brasileira. Revisou o passado literário do país e retomou o diálogo com o modernismo de 1922; pôs ideias em circulação e colocou à arte novos desafios. Hoje, está presente também na linguagem da propaganda, nos slogans da televisão, na diagramação de livros, nas letras de bossa nova. Este volume reúne os textos inaugurais do movimento concreto e recupera uma história que andava obscurecida pelos preconceitos de seus opositores.

Oferta válida enquanto durar o estoque

Edição antiga

Pesquisar no texto deste livro:
powered by Google

Fora de estoque

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Teoria da Poesia Concreta – Textos Críticos e Manifestos (1950-1960) [edição antiga]”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sumário

introdução à 1ª edição [hc] introdução à 2ª edição [ac] depoimento [dp] sobre poesia oral e poesia escrita [dp] poetamenos [ac] pontos-periferia-poesia concreta [ac] poesia e paraíso perdido [hc] a obra de arte aberta [hc] poesia concreta [ac] arte concreta: objeto e objetivo [dp] nova poesia: concreta (manifesto) [dp] poesia concreta (manifesto) [ac] olho por olho a olho nu (manifesto) [hc] evolução de formas: poesia concreta [hc] a exposição de arte concreta e volpi [dp] poesia concreta: pequena marcação histórico-formal [dp] poesia concreta -linguagem – comunicação [hc] poesia concreta: organização [dp] da fenomenologia da composição à matemática da composição [hc] aspectos da poesia concreta [hc] forma, função e projeto geral [dp] a moeda concreta da fala [ac] construir e expressar [dp] dois novos poemas concretos [hc] ovo novo no velho [dp] a temperatura informacional do texto [hc] acaso, arbitrário, tiros [dp] contexto de uma vanguarda [hc] plano-piloto para poesia concreta [ac + dp + hc] nova linguagem, nova poesia [lap + dp] & se não perceberam que poesia é linguagem [dp] apêndices

  • I. bibliografia do grupo “noigandres”
  • II. sinopse do movimento de poesia concreta

nota biográfica
índice onomástico

Autor(es)

  • Augusto de Campos
    Augusto de Campos é poeta, ensaísta, tradutor. Incorporou novas mídias à sua poesia (painéis eletrônicos, holografias, projeções a laser, arte digital e eventos multidisciplinares). Juntamente com Haroldo de Campos e Décio Pignatari, fez parte do Movimento da Poesia Concreta.
  • Décio Pignatari
    636Décio Pignatari foi poeta, escritor, ensaísta, semioticista, professor e tradutor. Foi publicitário por quinze anos e junto com os irmãos Campos criou o Concretismo em São Paulo. Matéria sobre Décio Pignatari
  • Haroldo de Campos
    Haroldo de Campos, estudioso e tradutor de inúmeras línguas, foi responsável, juntamente com seu irmão Augusto de Campos e com Décio Pignatari, pela principal vertente da poesia concreta em São Paulo. Autor de inúmeros livros, destacou-se por suas traduções/transcriações. Pela Ateliê Editorial publicou A Máquina do Mundo Repensada, Escritos sobre Jade - Poesia Clássica Chinesa, Daquela Estrela à Outra e Teoria da Poesia Concreta - Textos Críticos e Manifestos (1950-1960).

Informação adicional

Peso 0.674 kg
Dimensões 15.7 x 23 cm
Páginas

296

Encardenação

Brochura