Literatura clássica

Exibindo 1–16 de 30 resultados

  • Antologia Fantástica da Literatura AntigaAntologia Fantástica da Literatura Antiga

    Antologia Fantástica da Literatura Antiga

    R$76,00

    Marcelo Cid reúne nesta Antologia cerca de trezentas histórias provenientes da Antiguidade greco-latina num arco de tempo que começa no século VIII a.C., com excertos de Homero, e se estende até o século VI d.C. Provenientes de textos poéticos, mas também de obras de Filosofia, História, Teologia e Medicina (quem diria?), são narrativas breves, dotadas não só de algum evento extraordinário mas também de certa incômoda estranheza, que só faz aguçar a curiosidade dos leitores. Quem tiver predileção pelo gênero fantástico se verá brindado por não poucas histórias do seu gosto, sem o trabalho de encontrá-las dispersas entre outras de gênero diverso ou perdidas em livros inalcançáveis. Como anfitriões educados, elas nos convidam gentilmente à leitura, mas aos convidados é difícil parar de ler e ir embora. [João Angelo Oliva Neto]

     

    Organização: Marcelo Cid

    Capa e Projeto Gráfico: Gustavo Piqueira / Casa Rex

    Ler um trecho em pdf

  • 432

    Bucólicas

    R$78,00

    Pastores-poetas celebram seus amores, exaltam a vida rural e disputam a primazia no canto. A Ateliê e a Editora da Unicamp, com apoio da Fapesp, publicam as Bucólicas após 150 anos de sua primeira edição brasileira. Os versos campestres de Virgílio são, aqui, recriados por Odorico Mendes (1799-1864), um dos maiores tradutores que o Brasil já teve. Esta edição traz comentários que revelam como ele recriou a densa musicalidade e os efeitos estilísticos presentes no original do poeta latino.

    Tradução: Odorico Mendes
    Edição e Notas: Grupo de Trabalho Odorico Mendes
    Coedição: Editora Unicamp

  • 100

    Eneida

    R$86,00

    Sob o comando e o entusiasmo do imperador Otávio Augusto, Virgílio produziu A Eneida para exaltar a origem e o espírito do povo romano. Inspirado em Homero, o poeta buscou criar a obra mais perfeita de todos os tempos. Nesta edição, revista e ampliada, a saga mítica de Eneias pelo Mediterrâneo pode ser lida com a tradução e os comentários de Odorico Mendes. O volume possui um estudo do professor Antônio Medina Rodrigues, da USP, além dos mapas e da árvore genealógica da Grécia e de Troia.

    Tradução: Odorico Mendes
    Estabelecimento de Texto, Prefácio e Notas: Luiz Alberto M. Cabral
    Introdução: Antônio Medina Rodrigues

  • EpigramasEpigramasEpigramas

    Epigramas

    R$82,00

    Se há um autor que tem sobrevivido ao teste do tempo, da Antiguidade até o século XXI, este autor é Marco Valério Marcial (c. 38-104). Isso a despeito de ter se especializado no epigrama, um gênero considerado inferior, marginal e menor. Além de grande artífice do verso, Marcial é extremamente moderno ao prenunciar aspectos de nossa sociedade do espetáculo, de comunicação instantânea (como os 140 caracteres do Twitter), do trash, do consumo (onde tudo está à venda), da superficialidade, exibicionismo, da cultura da imagem, do culto ao corpo, do bombardeamento da mídia, redes sociais e culto às celebridades. Se ele acabou sendo obscurecido por outros autores clássicos por sua obscenidade, mais um motivo para que Marcial seja resgatado para os leitores de hoje.
    Crítico ácido da sociedade, exímio humorista, ele mesmo construiu uma persona, complexa e contraditória, se vangloriando em vários poemas de ser uma estrela social, famoso em vida, conhecido em toda Roma, e lido até mesmo por um centurião nos confins do império. Um tema preferido, no qual o poeta é hors concour, são práticas e comportamentos sexuais. Outros temas que Marcial toca continuam atuais e mostram a diversidade e imutabilidade da natureza humana: hipocrisia, corrupção, pretensão, egoísmo, vaidade, crueldade, embora a importância da amizade, a afirmação da vida, o humor, a capacidade de se emocionar e a sabedoria da natureza não tenham sido esquecidos. O presente volume apresenta 219 epigramas de Marcial, em edição bilíngue.

    Ler um trecho em pdf