Francesco Petrarca

Francesco Petrarca (1304-1374) foi poeta e humanista italiano, famoso, principalmente, devido ao seu romanceiro. É considerado o inventor do soneto, poema composto de 14 versos. Pesquisador e filólogo, divulgador e escritor, é tido como o “pai do Humanismo”. Mas esse grande latinista deve sua fama principalmente a seus poemas, redigidos em italiano.  Trabalhou em vários e diferentes empregos burocráticos, tendo assim mais tempo livre para trabalhar em seus escritos. Ao ser lançada a sua primeira grande obra, Africa, Petrarca se torna uma celebridade na Europa. Viajou intensamente pela Europa e trabalhou como embaixador. Gostava muito de escrever cartas e tinha em Boccaccio um de seus mais notáveis amigos. Durante suas viagens, colecionou manuscritos latinos antigos e assim tornou-se um dos primeiros a redescobrir o conhecimento da Roma e Grécia Antigas. Entre outras realizações, participou da primeira tradução latina de Homero e em 1345 descobriu pessoalmente uma inédita coleção de cartas de Cícero. Doou sua notável biblioteca de manuscritos para a cidade de Veneza, onde hoje fazem parte do núcleo da Biblioteca Marciana.

Exibindo um único resultado

  • 771

    Cancioneiro

    R$189,00

    O Cancioneiro de Petrarca, concluído por volta de 1370, foi o principal modelo de poesia lírica amorosa no Ocidente. Nele, Petrarca abriu o caminho para uma poesia do sentimento, num jogo emocionante com a razão, e com uma nova linguagem. O que há de solene, de quase escultural em Dante torna-se variado, por vezes esvoaçante, em Petrarca. A fortuna favoreceu mais o primeiro, mas o segundo deixou marcas mais fundas, que perduram até hoje na poesia.

    Tradução: José Clemente Pozenato

    Ilustrações: Enio Squeff

    Coedição: Editora da Unicamp