Luiz Fernando Carvalho

Luiz Fernando Carvalho de Almeida (1960, Rio) é cineasta e diretor de televisão. Estudou arquitetura e letras. Gostando de desenhar desde criança, fez durante a adolescência trabalhos de desenho em jornais e revistas. Aos 18 anos fez seus primeiros trabalhos em cinema, ainda como estagiário. Pouco depois começou a trabalhar no núcleo Usina de teledramaturgia da Rede Globo de televisão, onde conheceu o diretor de fotografia Walter Carvalho com quem realizou diversos trabalhos desde então. Em 1986, escreveu e dirigiu o curta metragem A Espera, baseado no livro Fragmentos de um Discurso Amoroso de Roland Barthes. O filme recebeu os prêmios de Melhor Filme, Melhor Atriz (Marieta Sevedro) e Melhor Fotografia (Walter Carvalho) no Festival de Gramado, Melhor Curta-Metragem (Concha de Oro) no Festival de San Sebastian, na Espanha, e o Prêmio Especial do Juri no Festival de Ste Therèse, no Canadá.

Depois disso teve uma fase produtiva na televisão. Entre seus principais trabalhos desse período estão a minissérie Riacho Doce (1990), as novelas Pedra sobre Pedra (1992), Renascer (1993) e O Rei do Gado (1996) e os especiais Os Homens Querem Paz (1991), Uma Mulher Vestida de Sol (1994) e A Farsa da Boa Preguiça (1995). No final da década de 1990, conhece o romance Lavoura Arcaica de Raduan Nassar. Segundo o próprio Luiz Fernando Carvalho: “continha tudo que eu gostaria de ler, ouvir e ter assistido um dia”. Disposto a filmá-lo inicia o projeto de produção. Para isso realiza uma viagem ao Líbano para tomar conhecimento da cultura mediterrânea. Durante esta viagem realiza filmagens que resultaram no elogiado documentário Que Teus Olhos Sejam Atendidos (1998), coproduzido pelo canal de televisão GNT. Realiza então o seu primeiro longa metragem Lavoura Arcaica (2001), também com fotografia de Walter Carvalho. Disposto a manter a máxima fidelidade ao revolucionário estilo narrativo de Raduan Nassar, decide fazer o filme sem roteiro prévio, apoiado inteiramente no texto do livro. Para isso realiza um intenso trabalho de preparação de atores que conviveram por quatro meses em uma fazenda. O filme fez sucesso de crítica e Carvalho foi muito elogiado como um dos mais importantes diretores de cinema do Brasil. Lavoura Arcaica teve uma carreira bem-sucedida em diversos festivais internacionais, tendo recebido mais de vinte prêmios. Em 2001, dirigiu a minissérie Os Maiasbaseada no romance homônimo de Eça de Queirós. Em 2005, criou e dirigiu a minissérie Hoje é Dia de Mariaque foi comparada a Lavoura Arcaica por ter uma linguagem inovadora para uma minissérie de televisão. Em 2007, dirigiu a série A Pedra do Reino, exibida na TV Globo e baseada na obra de Ariano Suassuna. Em 2008, dirigiu a minissérie Capitu, baseada na obra de Machado de Assis. E em 2010, dirigiu Afinal, O que Querem as Mulheres? Em 2012, dirigiu a microssérie Subúrbia, programa criado e escrito por ele em parceria com Paulo Lins. Em 2014, é responsável pela direção geral de Meu Pedacinho de Chão, marcando sua volta às novelas após 12 anos, além de repetir a parceria com Benedito Ruy Barbosa. Em 2016 volta a dirigir uma trama no horário das 21 horas, Velho Chiconovamente em parceria com Benedito Ruy Barbosa.

Mostrando um único resultado